Odontopediatria

O acompanhamento odontológico em crianças e jovens, faz toda a diferença na saúde bucal da pessoa pelo resto da vida.

As visitas periódicas e regulares ao dentista, criam interesse e bons hábitos de higiene em crianças e adolescentes e proporcionam aos pais, sugestões para melhor compreensão e acompanhamento da saúde bucal de seus filhos. Previnem cárie e erosão dental, gengivite e oclusopatias (alteração no encaixe dos dentes e/ou arcada).

A primeira visita ao dentista pode e deve ocorrer mesmo antes da erupção do primeiro dente, assim os pais recebem orientações sobre a saúde bucal do bebê.

Após a erupção dos primeiros dentes, são necessários cuidados na prevenção das “cáries de mamadeiras”, que são cáries de evolução rápida e causam dor e grandes estragos nos dentes.

Dos 3 aos 6 anos, as crianças já possuem a dentição “de leite” completa. Nesta fase já é importante a realização periódica de profilaxia e aplicação de flúor no consultório odontológico. Orientações e metodologias de escovação devem ser motivadas.

Dos 6 aos 7 anos, o primeiro molar permanente erupciona, iniciando a dentição mista. Até os 11 anos, as crianças possuem dentes “de leite” e permanentes. O zelo deve ser dobrado,  além das orientações e limpezas profissionais, os molares são protegidos com selantes contra cáries nas fóssulas e fissuras.

Dos 11 anos em diante, a dentição passa ser permanente. Geralmente, nesta fase iniciam as correções ortodônticas com aparelho fixo, as quais exigem higienização adequada, para prevenção de gengivites e cáries.

 

Nossos diferenciais:

Selantes: Escovar e passar o fio dental cuidadosamente ajuda a remover partículas de alimentos e placa bacteriana das superfícies lisas dos dentes, mas as escovas não conseguem penetrar nas depressões e sulcos. O selamento é uma medida preventiva eficaz, protege essas áreas vulneráveis ao “vedar”, impede a entrada dos alimentos e reduz substancialmente o número de cáries bem como os custos inerentes a futuros tratamentos. É um procedimento indolor e simples, geralmente realizado nos dentes posteriores.

Remoção Cárie: Sempre com intuito proporcionar conforto aos nossos pequenos pacientes, utilizamos um gel a base de papaína para remoção do tecido cariado. Esta técnica reduz o incomodo causado pelo ruído do “motorzinho” e a necessidade de anestesia.

Ulectomia/ Ulotomia: Quando um dente demora a erupcionar,  este pode estar encontrando uma resistência maior da gengiva, que está fibrosada. A região do dente fica inchada, e geralmente ocorre quando o dente “de leite” é removido precocemente. É necessário a remoção cirúrgica dessa gengiva. Na Clínica Ana Riso Odontologia, este procedimento é rápido e realizado com laser

Freio lingual: Uma alteração do frênulo ( membrana que conecta a língua ao assoalho da boca ), responsável pela popularmente conhecida “língua presa”, pode causar dificuldades durante a amamentação, alimentação e atrapalhar o desenvolvimento da fala. A remoção deste freio é chamada de frenectomia, um tratamento simples, rápido e eficiente. Em nossa clínica usamos o laser de diodo, isso significa maior precisão, ausência de sangramento e dor, redução de recidiva e não há necessidade de dar pontos.

Em casos de língua presa, logo no final do procedimento o paciente já percebe maior mobilidade. Algumas seções de fisioterapia com fonoaudiólogo irão melhorar a tonicidade da língua e corrigir a fala caso exista essa alteração.

Vídeos

Reportagens Relacionadas

http://revistacrescer.globo.com/Gravidez/Saude/noticia/2015/09/cuidados-com-os-dentes-na-gravidez-5-duvidas-comuns.html

http://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2013/07/como-escovar-corretamente-os-dentes-das-criancas.html

http://revistacrescer.globo.com/Pais-famosos/noticia/2015/04/fernanda-lima-posta-foto-do-filho-sem-um-dente-primeira-porteira-gente-nunca-nunca-esquece.html

http://fabricadebebes.pt/bebe/quando-nascem-os-dentes-qual-e-a-ordem-causa-dores-o-nascimento-provoca-febre-e-diarreia/